Pular para o conteúdo

FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

    Saiba como identificar sintomas de lombalgia

    Saiba como identificar sintomas de lombalgia

    Em um primeiro momento, os sintomas de lombalgia podem confundir até mesmo aquelas pessoas mais atentas aos sintomas do corpo que apontam que algo não está indo bem em relação à saúde. Conheça, agora, quais são eles!

     

    Introdução

    Um dos principais motivos para afastamento médico das funções laborativas é a dor na coluna, que também pode ser facilmente reconhecida pelo nome de lombalgia.

    A lombalgia é o nome dado para a dor nas costas que atinge, essencialmente, a área lombar ou lombossacral e está relacionada com problemas que podem ser decorrentes de malformação óssea, hérnias de disco, impactos e, até mesmo, má postura.

    Seja qual for a causa, os sintomas de lombalgia são bastante dolorosos e, a depender da função profissional executada pela pessoa, são incapacitantes.

    Descubra, agora, o que é a lombalgia, quais são os principais sintomas de lombalgia e as suas causas mais comuns!

     

    O que é lombalgia?

    A lombalgia é a dor na coluna, seja ela óssea, nevrálgica ou muscular, que se localiza ou irradia para a região lombar ou lombossacral do corpo humano.

    Nem sempre levada a sério, a lombalgia pode ter inúmeras causas, que podem ser mais ou menos difíceis de tratar, mas que devem, por definição, receber atenção de uma equipe médica especializada em ortopedia e, em alguns casos, neurocirurgia.

    A lombalgia pode se manifestar em qualquer fase da vida e, embora seja cada vez mais comum entre os jovens, é ainda mais intensa à medida que a idade avança, sobretudo causada e intensificada por questões relacionadas à postura e perda de tônus muscular.

    coluna

    O que pode causar lombalgia?

    As principais causas da lombalgia estão relacionadas à má postura, falta de atividade física, permanência de muitas horas em uma mesma posição, carregamento de peso, traumas e, até mesmo, por doenças congênitas.

    A dor chamada de lombalgia é sentida por muitas pessoas ao fim de um dia de trabalho, em que foram empregadas muitas horas em uma mesma posição, sentado, ou em um dia todo passado em pé.

    No entanto, atualmente é possível verificar pessoas cada vez mais jovens com diagnóstico de dor lombar, sobretudo devido a hábitos pouco respeitosos com o corpo, como ficar muito tempo com a cabeça pendente por conta do celular ou muito tempo sentado, por entretenimento.

    Onde é localizada a dor lombar?

    A dor lombar é aquela que se localiza ao fim das costas, na região da cintura e logo acima do bumbum, ainda que possa, em alguns casos em que há dano nevrálgico, se estender também pelas pernas.

    Quando sentimos a dor lombar, os sintomas da lombalgia, é um primeiro sinal enviado pelo nosso corpo de que algo não vai bem com a nossa saúde e, por essa razão, não devemos ignorá-la, sobretudo pela pena de ter complicações mais severas e, certamente, mais difíceis de tratar.

    A dor lombar pode ser localizada, apenas em um ponto das costas; pode ser difusa, se espalhando por toda a região da coluna lombar e, ainda, irradiante, que faz com que surjam dores na nádega ou nas pernas, mesmo que não haja qualquer causa aparente que possa causar dor nesses lugares do corpo.

    homem com dor

    Quais os tipos de lombalgia?

    Existem dois tipos de lombalgia, conforme veremos a seguir e ambas necessitam de um diagnóstico completo e, sobretudo, investigativo por parte do médico responsável pelo seu caso clínico.

     

    Lombalgia aguda

    Os casos de lombalgia aguda são bastante dolorosos e podem fazer com que você tenha de se afastar das suas atividades cotidianas por alguns dias.

    Esses casos envolvem um quadro de dor intensa, muitas vezes incapacitante, mas que acabam por retroceder em um curto espaço de tempo através do uso de medicamentos antiinflamatórios, aplicação de bolsas de água quente e, por fim, com fisioterapia.

    Ainda que se trate de um quadro agudo, é fundamental descobrir a causa da dor, ainda que ela passe por completo em alguns poucos dias.

    Lombalgia crônica

    Toma-se por dor crônica quando os sintomas de lombalgia duram mais do que doze semanas ou se tornam permanentes.

    Esse tipo de dor está mais relacionada com problemas ósseos, como hérnia de disco, ou inflamações persistentes de nervos, como a dor no ciático.

    É fundamental contar com apoio médico e de equipe multidisciplinar à medida que a dor permanece a fim de adotar um protocolo que permita a restauração da qualidade de vida do paciente.

    Principais sintomas de lombalgia

    Dentre os principais sintomas da lombalgia podemos destacar a dor localizada na região lombar ou lombossacral, pernas e nádegas, que podem piorar quando ficamos em uma mesma posição por muitas horas ou com movimentos específicos.

    Usar calçados anatômicos e ortopédicos diminuem a dor nas suas costas. Conheça agora nossa linha exclusiva!

     

    Exames que confirmam a Lombalgia

    Alguns exames podem confirmar a lombalgia, identificando problemas relacionados à sua coluna lombar, como:

     

    • Radiografia;
    • Ressonância magnética;
    • Tomografia computadorizada;
    • Eletroneuromiografia.

    Em caso de dor persistente é fundamental buscar a ajuda de um médico especializado a fim de identificar, através de exames clínicos e complementares, a causa da dor.

    médico examinando

    Sinais de alerta para ir ao médico

    A dor persistente e intensa, um dos principais sintomas de lombalgia, é o sinal de alerta de que algo não vai bem em seu corpo.

    Caso você sinta sensação de travamento na passada, dor incapacitante e duradoura ou dificuldade para fazer suas atividades convencionais e diárias, é, certamente, hora de buscar apoio médico.

    Como evitar ter sintomas de lombalgia

    Confira, agora, as principais recomendações de especialistas para o tratamento dos sintomas de lombalgia e suas principais causas:

    • Faça atividade física regular;
    • Controle seu peso corporal;
    • Adote posições ergonômicas em seu trabalho;
    • Faça correção da sua postura;
    • Utilize calçados adequados para seu corpo - anatômicos e ortopédicos;
    • Evite permanecer por muito tempo em uma mesma posição;
    • Verifique sempre a qualidade do seu colchão, fazendo rodízio de lados e faces sempre que possível;
    • Adote um estilo de vida mais saudável, implementando alongamentos e sessões de relaxamento em seu dia a dia.

    Conclusão

    Os sintomas de lombalgia podem tirar seu time de campo, visto que são muito intensos e, até mesmo, incapacitantes.

    Lidar com dores na coluna é, certamente, desanimador, mas a dor pode ser prevenida com a adoção de um estilo de vida saudável e, sobretudo, respeitoso com seu próprio corpo!

    Deixe um comentário

    Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

    Entrega Garantida

    Oferecemos frete gratuito com entrega rastreável

    Parcele em até 12x

    Aceitamos cartão de crédito e boleto bancário

    Atendimento

    A nossa equipe está sempre preparada para te atender

    WhatsApp

    Perguntas Frequentes

    Encontre aqui a resposta que você procura

    FAQ

    ✔️ Produto adicionado com sucesso.