×
Welcome Newcomer

Saiba como tratar fascite plantar e não sofra mais com as dores

fascite plantar - loja condi

 

Se você já recebeu o diagnóstico, certamente está vivendo em meio à uma grande dúvida: Como tratar fascite plantar, de fato, e como viver uma vida sem dor?

 

Introdução

Viver com dor nos pés é, sem dúvida, uma das sensações mais angustiantes, sobretudo porque usamos nossos pés o tempo todo, seja para caminhar, correr, fazer nossas atividades cotidianas e, ainda, poder desfrutar de bem estar nos momentos de descanso.

Quem descobre que está sofrendo de fascite plantar é porque geralmente já passou por muitos momentos desagradáveis de dor intensa.

Quer saber o que é, quais são os sintomas e como tratar fascite plantar?

Fique de olho, agora, em nosso guia!

 

O que é fascite plantar?

A fascite plantar é um quadro inflamatório que pode ser bastante incômodo, doloroso e, até mesmo, em situações específicas, incapacitante.

Em todos os nossos grupos musculares existe uma membrana fina que recobre nossos músculos, a chamada fáscia. 

Seja por estresse, por lesão ou por sobrecarga muscular, não é raro que a fáscia fique inflamada, se tornando um pouco mais aderente ao músculo, tornando mais difícil manter os movimentos fluídos e fáceis de se realizar.

Assim, se você está sentindo dores nas solas dos seus pés, saiba agora como tratar fascite plantar, que é uma das situações de saúde que podem causar esse incômodo!

 

Quais os sintomas de fascite plantar?

O principal sintoma da fascite plantar é, sem dúvida, a dor extrema que a inflamação pode causar. 

Seja por dificultar os movimentos, muitas vezes encurtando-os, seja por causar a dor intensa na região da sola dos pés, a fascite plantar pode ser, até mesmo, incapacitante.

Além da dor, pode haver também a sensação de queimação na sola dos pés e sensação de movimentos bastante encurtados e limitados.

 

Como tratar a fascite plantar?

O tratamento da fascite plantar é feito, primeiramente, através da consulta médica em que o problema é detectado, uma vez que o tratamento pode ser realizado por via medicamentosa ou não.

Caso o profissional opte por um tratamento medicamentoso, certamente haverá a introdução de remédios anti-inflamatórios até que o quadro de dor cesse.

Ao fim do quadro intenso de dor, normalmente se introduz à rotina do paciente sessões de fisioterapia, acupuntura e até mesmo de exercícios coordenados.

Alguns médicos podem também optar pela prescrição de um tipo de palmilha em gel, que acaba por tornar mais delicado o contato dos seus pés com o chão.

 

Fascite plantar tem cura?

A fascite plantar, assim como qualquer outra doença ou quadro inflamatório tem cura, desde que tratada em tempo.

Em situações em que a evolução se dá conforme o previsto, a fascite plantar tem uma recuperação total em cerca de 90% dos casos.

Já em situações mais específicas, a fascite plantar pode requerer acompanhamento médico cuidadoso e atencioso, visto que pode evoluir rapidamente para uma situação em que a cirurgia se faz necessária.

 

Fatores de risco

A fascite plantar tem alguns fatores de risco que devem ser levados em conta como ferramenta de análise para a prevenção dessa complicação médica.

Veja, a seguir, quais são os outros fatores de risco que se destacam quando se trata da fascite plantar:

 

Calçados inadequados

Se você busca compreender como tratar fascite plantar, saiba: O maior inimigo dos seus pés são os seus calçados.

O uso de calçados inadequados, que não estão adaptados às necessidades dos seus pés, certamente podem causar lesões que podem resultar em fascite plantar.

Usar calçados ortopédicos melhoram a sua qualidade de vida e ainda evitam complicações com a fascite plantar. 

Conheça agora as melhores opções da Condi!

 

Pés cavos ou pés planos

Pés excessivamente cavos ou pés excessivamente planos podem ter, como resultado, a inflamação da fáscia.

Observar atentamente o modelo de calçado adequado para esse tipo de anatomia das curvaturas dos pés é essencial para prevenir esse tipo de complicação.

 

Diagnóstico de Fascite plantar

O diagnóstico de fascite plantar é feito através de exames clínicos e análise das queixas do paciente, bem como do seu histórico em relação às suas complicações físicas e manifestação de dor.

É bem importante que, no diagnóstico da fascite plantar, o médico responsável busque por exames clínicos de imagem, que possam revelar outros tipos de complicações relacionadas à anatomia dos pés de um paciente. 

 

Tratamento de Fascite plantar

O tratamento da fascite plantar é realizado por uma equipe multidisciplinar de fisioterapeuta, ortopedista e, em casos mais específicos, acupunturistas. 

Uma vez instaurado o quadro de fascite plantar, é essencial que se busque ajuda de um médico, a fim de sempre buscar como tratar fascite plantar da forma que melhor se adequa às suas necessidades e particularidades.

Alguns tratamentos dão mais certo para algumas pessoas e, sem dúvida, errado para outras. 

Para saber em qual dessas classes você se localiza, veja a seguir alguns tratamentos comuns que te ajudam a como tratar fascite plantar:

 

Anti-inflamatórios para fascite

Os medicamentos anti-inflamatórios reduzem o quadro de dor da lesão de forma rápida e eficaz. 

Não raro, os sintomas da fascite plantar rapidamente desaparecem com a introdução dos anti-inflamatórios, mas isso não quer dizer, necessariamente, que a lesão foi devidamente tratada e não irá mais reaparecer.

 

Mudanças no tipo de calçado a ser utilizado

O uso de calçados adequados faz com que a fascite plantar seja evitada, bem como tratada uma vez que surja.

Os calçados ortopédicos contribuem com uma melhor qualidade de vida e, por serem mais adequados às formas e à anatomia humana.

 

Prevenção para evitar fascite plantar

A prevenção da fascite plantar se dá, sobretudo, através dos calçados que utilizamos, que devem ser sempre anatômicos ou ortopédicos.





 

Isto é: O uso de calçados convencionais pode realmente causar a fascite plantar, criando impedimentos para vivermos a nossa vida com conforto, disposição e bem estar.

Para além da fascite em si, o uso de calçados anatômicos também permite a prevenção de outras situações de saúde, como joanete, esporão e lesões de tendão. 





Conclusão

Se você buscou como tratar fascite plantar, você já deve ter recebido o diagnóstico de um médico de sua confiança.

A fascite plantar é uma situação de saúde que exige o acompanhamento de um médico, sobretudo porque pode causar bastante desconforto e mal estar, fazendo com que o quadro, muitas vezes, passe a ser incapacitante.

Saber como tratar fascite plantar depende necessariamente da ajuda de um médico, que o profissional responsável por fazer as melhores recomendações de tratamento para o seu caso, como o uso de remédios anti-inflamatórios, palmilhas e calçados adequados.



1 COMENTÁRIOS

Fatima
May 02, 2021 Em 18:30

Tenho joanete, sinto muitas dores. Gostaria de ter um calçado condi.


Deixe uma resposta

EM DESTAQUE

Artrose no Joelho X Vida Saudável

Artrose no Joelho X Vida Saudável

O que é artrose e como é causada?  A...

Calos e Joanetes: Você sabe como prevenir e evitar dores?

Calos e Joanetes: Você sabe como prevenir e evitar dores?

Convidamos a Ana, podóloga que está fazendo sucesso nas...

Pectus Excavatum Leve: Como o calçado ideal ajuda no tratamento

Pectus Excavatum Leve: Como o calçado ideal ajuda no tratamento

O pectus excavatum leve é uma malformação do nascimento,...

Qual roupa combina com bota: monte looks estilosos e confortáveis!

Qual roupa combina com bota: monte looks estilosos e confortáveis!

Está se perguntando quais são as roupas que combinam...

Dor no metatarso: o que causa, sintomas, e como tratar a metatarsalgia!

Dor no metatarso: o que causa, sintomas, e como tratar a metatarsalgia!

A dor no metatarso é sentida na parte frontal...

dor na junta do pé

Dor na junta do pé: o que pode ser e como aliviar o desconforto?

Além do desconforto e do incômodo constante, a dor...

×
Welcome Newcomer